sábado, 2 de março de 2013

Sono, meu filho, cadê você??

ou efeitos colaterais de uma imigração

Ando numa fase que não me aguento mais em mim, é muita coisa pruma cabeça só e tempo demais para resolver! Isso mesmo, ai como o tempo tá demorando a passar... Credo, parece que apertaram o slow motion!
Quando a gente decidiu fazer as coisas com calma, sem a correria de sair voando pela porta assim que o visto chegasse, fizemos isso pensando em todos. Considerando um periodozinho de transição pra não matar nenhum dos pais do coração, hehehe e claro em nós também. Tempo pra empacotar tudo, nos despedirmos de todos e não deixar nada pendente pra resolver. E acredite, é muita coisa sim. Mas aaaaaaai, que demora! Não aguento mais a vida empacada feito uma mula!
Passamos os dias lendo listas e blogs, fazendo pesquisas e eliminando tópicos já finalizados dos nossos checklists, mas as noites... É só corujando, cada butuca de olho desse tamanho e sono que é bom, nada. Crise de choro, ansiedade, taquicardia, dor de cabeça, enxaqueca, falta de concentração, de paciência, estresse, cansaço constante, saudade antecipada e sei lá mais o que... tudo ao mesmo tempo. A gente fica remoendo isso por dentro tentando levar uma vida mais o próxima do normal possível.
Em tempo de Big Brother 13, isso sim é uma verdadeira prova de resistência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário